girl

LIVRO GIRL BOSS – LEIA AINDA HOJE

VOCÊ JÁ LEU O LIVRO GIRL BOSS

Sophia Amoruso passou a adolescência viajando de carona, furtando em lojas e revirando caçambas de lixo. Aos 22 anos ela havia se conformado em ter um emprego, mas ainda estava sem grana, sem rumo e fazendo um trabalho medíocre que assumiu por causa do seguro-saúde.

Livro Girl Boss - leia ainda hoje

Livro Girl Boss – leia ainda hoje

Foi aí que Sophia decidiu começar a vender roupas de brechó no eBay. Oito anos depois, ela é a fundadora, CEO e diretora criativa da Nasty Gal, uma loja virtual de mais de 100 milhões de dólares, com mais de 350 funcionários. Além da história de Sophia, o livro cobre vários outros assuntos e prova que ser bem-sucedido não tem nada a ver com a sua popularidade; o sucesso tem mais a ver com confiar nos seus instintos e seguir a sua intuição. Uma história inspiradora para qualquer pessoa em busca do seu próprio caminho para o sucesso.

saiba mais sobre a autora

Sophia Amoruso poderia ser chamada de ‘Cinderela da tecnologia’. Em 2006, então com 22 anos, a americana abandonou os estudos e a casa dos pais, rodava os Estados Unidos de carona revirando lixo nas ruas, furtava lojas e trabalhou em funções medíocres só para garantir o seguro-saúde. Ao mesmo tempo, ela decidiu explorar seu interesse por moda vintage e abrir um brechó virtual no eBay – nascia então a Nasty Gal (algo como ‘garota indecente’ em tradução livre, inspirada num disco de Betty Davis de 1975 – não a atriz, mas a elegante cantora que se tornou um símbolo do funk). “Aprendi na marra que roubar e não trabalhar duro não é uma boa maneira de viver. Foi o que deu o pontapé inicial, mas de uma forma mal direcionada. Não me orgulho do que fiz, mas foi importante para a minha formação. Quebrei um monte de regras, mas também cresci e transformei em experiências positivas”, diz ela.

Atenta às oportunidades de compra e venda, ela passou a usar amplamente as redes sociais. As vendas se multiplicaram. Em 2012, a marca vendeu US$ 100 milhões. Dois anos depois, foi inaugurada a primeira loja física em Los Angeles – hoje já são duas -, e Sophia comanda 350 funcionários. A história da Cinderela urbana acaba de ser lançada no Brasil através do livro #GirlBoss (editora Seoman), um misto de autoajuda e guia de negócios. A Nasty tem um séquito de leais seguidoras entre as mulheres da faixa dos 20 anos – mais um de um milhão de seguidores no Facebook e mais de 600 mil no Instagram, fazendo das redes sociais sua maior aliada. “A empresa hoje atrai mais de sete milhões de visitas ao mês. A comunicação é uma ferramenta importante e temos abraçado todas as oportunidades de plataformas inovadoras. A presença de Nasty Gal é muito forte em mídias sociais e realmente olho para os nossos seguidores para entender o que eles querem e até os convido a tomar decisões”, diz Amoruso, que recentemente comprou um Porshe – pagou à vista – e reformou a casa de seus sonhos.

EDITORA Seoman
CÓD. BARRAS 9788555030055
ALTURA 23.00 cm
I.S.B.N. 9788555030055
PROFUNDIDADE 1.00 cm
ACABAMENTO Brochura
TRADUTOR Ludimila Hashimoto
NÚMERO DA EDIÇÃO 1
ANO DA EDIÇÃO 2015
IDIOMA Português
NÚMERO DE PÁGINAS 248
PESO 0.39 Kg
LARGURA 16.00 cm
AUTOR Amoruso, Sophia

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *